Ta tudo Tranquileba

As 10 maiores rivalidades do Mundo Nerd

Conheça as principais rivalidades da cultura NERD.

Onde comprar Indie Games

Selecionei os melhores lugares para comprar indie games.

My Hero Academia Review

Leia minha opinião sobre o anime My Hero Academia.

Porque Leia não virou Jedi ?

Quadrinho de StarWars explica porque Leia nunca virou Jedi.

Sony x Nintendo

Porque Sonystas e Nintendistas não conseguem se dar bem.

10 de nov de 2017

Bundle Stars vira Fanatical e sorteia um monte de jogos



Eu sou um colecionador de jogos digitais para PC, na verdade como diz lá no Steam eu sou um “Guardião da indústria de jogos” (adoro essas nomenclaturas) e com isso sempre comprei jogos em várias plataformas além do próprio Steam, são várias opções com ótimos preços e promoções, e uma das que eu mais gostava era o Bundle Star.



As vantagens de comprar por lá não eram poucas, ótimos preços, pacotes (bundles) interessantes e com muito conteúdo de primeira, e não era só jogo eles sempre incluiam músicas, quadrinhos, e outros materiais ótimos.

Mas agora tudo mudou (para melhor espero) o Bundle Stars virou Fanatical e para comemorar e impulsionar essa transição eles estão fazendo um monte de descontos, é tipo uma Steam Sale fora de época, tem desconto bom mesmo, daqueles que você não recusa, tipo Lichdom: Battlemage por 1 dollar (inclusive essa eu acabei comprando mesmo achando o jogo mais ou menos) ou Comandos Collection pelo mesmo valor, o fato é que vale perder um tempinho e dar uma olhada.

Mas claro que não é só isso (até mesmo pelo título da matéria), eles montaram uma campanha épica no site de sorteios Gleam.io e estão colocando 150k chaves para sorteio, não deve ser difícil de ganhar algo assim, para participar de sorteios desse site funciona sempre da mesma maneira, é necessário curtir certas páginas do Facebook ou entrar em grupos da Steam, seguir alguém no Twitter e outras ações do tipo, para participar basta acessar aqui no link, eu já me inscrevi agora é só ficar no aguardo.

Esse é o vídeo de lançamento da loja, ficou bem legal também.





As mudanças acho que não vão ser grandes, mas concorrer a tanta chance de ganhar um jogo vale a pena e até a próxima.


Campanha do Kickstarter de Relic Hunters Legend concluída com sucesso

Hoje o Indie da semana traz a franquia Relic Hunters



Depois do grande sucesso de Relic Hunters Zero a Rogue Snail iniciou uma campanha na Kickstarter com o intuito de lançar a sequência depois de cerca de um mês de campanha eles conseguiram alcançar a meta para financiar o jogo e agora já estão com tudo em andamento para lançar a sequência Relic Hunters Legend em breve.



O público geral pode ter acesso ao jogo imediatamente e participar do desenvolvimento fazendo parte do programa de “Founders”, que funciona como um investimento posterior à campanha. Jogadores ainda podem apoiar o desenvolvimento e se juntar à comunidade do Kickstarter.

O Relic Hunters Legend é um jogo de tiro com visão isométrica, que pode ser controlado pelos dois analógicos do controle ou com teclado e mouse, entre as novidades temos um modo multiplayer cooperativo online, todo um sistema de evolução de personagens e diversas outras características de RPG, mais itens customizáveis e muitas outras inovações.

Além disso também é possível acompanhar o quadrinho que nos introduz na história do jogo, para acessar clique aqui.

Enquanto esperamos vocês podem jogar também o Relic Hunters Zero free pela steam eu joguei e posso dizer que o jogo é ótimo, bem fluido com um belo visual várias armas e realmente vale muito a pena, aproveita e confere a live que fiz jogando o game, pela pagina do Portal Mundo Nerd, lives todas as terças e quintas as 20:30.




A Rogue Snail está preparando o lançamento da versão Beta do jogo para o final de 2018, com o Early Access esperado para 2019, e já é possível acessar a página da Steam do game.
Fundada pelo game designer Marcos Venturelli, a Rogue Snail é um coletivo independente com múltiplos colaboradores ao redor do mundo (como o artista Betu Souza, que também é sócio da Behold Studios, e o compositor Raphael Müller, que fez som e trilha para diversos jogos nacionais). Com grandes jogos como Chroma Squad, Dungeonland, Star Vikings Forever e é claro o Relic Hunters Zero no currículo, a Rogue Snail está se transformando em um dos mais conhecidos e respeitados estúdios independentes do país. Visite www.roguesnail.com.

Confira também a animação do Relic Hunters Legends



Eu sou porthosbr e esse foi mais um Indie da semana, toda sexta feira uma dica de indie para você. 


Raptr Gamercard

7 de nov de 2017

Sony x Nintendo 1 - Porque Sonystas e Nintendistas não conseguem se dar bem

A "guerra dos consoles" é muito antiga e as vezes até meio sem nexo, mas será que existe algum fundamento nessa batalha, nessa série irei trazer para vocês vários pontos interessantes da historia dos games que serviram para aumentar ainda mais esse conflito.


Você adora seu PlayStation, então você tem que agradecer a Nintendo, pois antes de serem rivais, a Nintendo e a Sony foram parceiros, e se a Nintendo não tivesse tentado passar a perna na Sony o cenário atual dos jogos seria completamente diferente.

Em 1988, a Nintendo e a Sony se uniram para criar um sistema de entretenimento Super Nintendo com tecnologia de CD que jogaria ambos os jogos SNES e os exclusivos de CD-ROM. A Sony revelou os frutos dessa parceria, O Nintendo Play Station, no CES (Consumer Electronics Show) de 1991. O Nintendo Play Station representou um grande passo em frente para ambas as empresas: com o periférico, a Nintendo parecia estar preparada para usar formatos multimídia de alta tecnologia, enquanto a Play Station marcaria a primeira incursão da Sony no lucrativo mercado de videogames.

Mas o triunfo da Sony foi curto. No dia seguinte à apresentação da Sony, o presidente da Nintendo of America, Howard Lincoln, anunciou que a Nintendo iria abandonar a Sony e formaria uma parceria com a Phillips, que havia lançado uma máquina multimídia baseada em CD, o CD-I, no início daquele ano. A inversão repentina não apenas arruinou a reputação da Nintendo entre a comunidade empresarial japonesa, mas também indignou os executivos da Sony, que decidiram não abandonar o projeto e produzir seu próprio console.

O Sony PlayStation, livre da Nintendo, chegou em 3 de dezembro de 1994, e a Sony tem sido uma das principais empresas do mercado de games desde aquela época, trazento insônia aos executivos da Nintendo por diversas vezes. O PlayStation original superou o Nintendo 64 com folga, enquanto o console mais recente da Sony, a PlayStation 4, possui uma vantagem de 32 milhões de unidades no Wii U.


Parece que nessa a Nintendo se deu mal e o tiro foi no pé, só serviu para criar um concorrente e levantar uma furia de muitas fãs que ainda estavam por surgir junto com a Sony, mas não foi só isso que aconteceu, acompanhe nossa série para saber mais sobre todas as guerras dos consoles.